quinta-feira, 31 de março de 2011

COLUNA DA CEJAC

Quinta-feira – 31.03.2011

Comissão de Mulheres Jornalistas pela Igualdade de Gênero
Ontem (30), no Espaço Cultural do Sindicato dos Bancários, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Alagoas (Sindjornal) realizou um happy hour que marcou lançamento da Comissão de Mulheres Jornalistas pela Igualdade de Gênero. A atividade encerrou a Agenda Mulher 2011, programação conjunta de entidades sindicais e dos movimentos sociais em comemoração ao Dia da Mulher (8 de Março). Durante o evento, houve homenagem a três mulheres jornalistas: Cristina Brito, Goretti Lima e Graça Carvalho e foi entrevistada a cientista política Ana Claudia Laurindo. O encontro foi animado pela jornalista e cantora Gal Monteiro.

Curso à distância
O Instituto Superior de Comunicação (Iscom) está com outra turma do curso à distância de Assessoria de Imprensa e Relacionamento com a Mídia, no período de 4 a 7 de abril. O curso tem o objetivo de transmitir ao aluno os principais conceitos que envolvem o trabalho em uma assessoria de imprensa. A programação inclui tópicos sobre prevenção e ação em situações de crise, media training, relacionamento com jornalistas da mídia, técnicas de distribuição de releases e notas, além de avaliação e mensuração de resultados, sistemas de mailing e métodos para agregar valor aos serviços prestados. O investimento varia de R$ 248 a R$ 394. Maiores informações em www.iscom.com.br

Feira da Esperança
A Arquidiocese de Maceió realiza nos dias 1 e 2 de abril, mais uma edição da Feira da Esperança e da Solidariedade em Maceió. Desta vez, além da parceria com a Comissão Pastoral da Terra (CPT) terá a participação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST) e o Movimento Terra, Trabalho e Liberdade (MTL) e recebe o apoio da Central Única dos Trabalhadores (CUT-AL). Nesta edição da feira da Esperança e da Solidariedade, terá 50 barracas, onde será comercializada uma grande diversidade de alimentos oriundos de acampamentos e assentamentos da reforma agrária e toda a renda arrecadada será destinada às famílias

Águas das Alagoas 1
Nesta quinta-feira, 31, acontece o Encontro Águas das Alagoas. O evento ainda é comemorativo ao Dia da Água (22), em Teotônio Vilela e marca o lançamento oficial do Projeto RECOR – Restauração do Rio Coruripe. A ação promove um dia de palestras destinadas a alunos do ensino médio, com a presença de autoridades e de profissionais renomados da área ambiental, além de atividades culturais e educacionais, que serão realizadas na Escola José Aprígio Brandão Vilela. Outras informações com a Assessora de Comunicação Graziella Fritscher pelo telefone (82) 9936-8281 ou ainda no e-mail gra5277@gmail.com.

Águas das Alagoas 2
O Projeto RECOR é o único de Alagoas contemplado pelo programa Petrobras Ambiental em 2010. O objetivo é restaurar áreas degradadas de matas ciliares do rio Coruripe, na região localizada nas cidades de Teotônio Vilela e Junqueiro. A iniciativa prevê o plantio de mais de 100 mil mudas de árvores nativas até dezembro de 2012, além de uma série de eventos e ações de educação ambiental, envolvendo toda a comunidade local. O Projeto RECOR é uma iniciativa da AGHER – Associação Pró-Gestão dos Recursos Hídricos da Região Hidrográfica do Rio Coruripe, por meio do Comitê da Bacia Hidrográfica do Coruripe.

Concerto aos Domingos
No próximo domingo, dia 3 de abril, haverá mais uma edição do projeto Concertos aos Domingos, com música instrumental clássica no Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas (IHGAL). A partir das 10h, a edição de abril oferece ao público o contrabaixo de Thiago de Melo Amaral e o piano de Jairo Batista Thiersch. No repertório, nomes como Bach, Villa-Lobos e Arthur Honneger. Aberto ao público.

Blogueiros
No último sábado, 26, aconteceu o II Encontro de Blogueiros Alagoanos. O evento foi uma oportunidade reunir profissionais, leitores e interessados no assunto e teve o objetivo de debater sobre os significados desse universo e compreender como a blogosfera se configura e seu papel na realidade atual. O II EBA foi realizado em clima de festa para comemorar o aniversário de 2 anos do Blog do Marques, que foi o blog vencedor na Categoria “Opinião” no I Prêmio Alagoano de Blogs que aconteceu no dia 11 de dezembro de 2010. Parabéns pela iniciativa!

terça-feira, 29 de março de 2011

Jornalistas Alagoanas

Amanhã (30), às 19 horas, no Espaço Cultural do Sindicato dos Bancários, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Alagoas (Sindjornal) realizará um happy hour para marcar o lançamento da Comissão de Mulheres Jornalistas pela Igualdade de Gênero. A atividade encerra a Agenda Mulher 2011, programação conjunta de entidades sindicais e dos movimentos sociais em comemoração ao Dia da Mulher (8 de Março). Durante o evento, haverá homenagem a três mulheres jornalistas: Cristina Brito, Goretti Lima e Graça Carvalho e serão entrevistadas duas mulheres de destaque: D. Eliene, líder comunitária e Ana Claudia Laurindo, cientista política. O encontro será animado pela jornalista e cantora Gal Monteiro.


O objetivo da nova comissão do Sindjornal é lutar pela construção de políticas públicas nas áreas da comunicação e direitos humanos. A Comissão de Mulheres foi criada pela Fenaj após o 34º Congresso Nacional dos Jornalistas, no ano passado em Porto Alegre, e tem como meta a montagem de uma rede e um grupo de discussão sobre o tema para as mulheres jornalistas; produzir estudos, pesquisas e orientações para a cobertura jornalística, além de ampliar o debate sobre a garantia e o aumento dos direitos das mulheres nos acordos e convenções coletivas.

Ainda no congresso de Porto Alegre, a Fenaj assinou convênio com a Organização das Nações Unidas (ONU) e suas seis agências, por meio do Programa Interagencial de Promoção da Igualdade de Gênero, Raça e Etnia, que prevê a realização de um mini-curso sobre o tema, no mês de maio, em parceria com sindicatos de jornalistas de oito estados, incluindo Alagoas. O curso será gratuito.

quinta-feira, 24 de março de 2011

COLUNA CEJAC de 24/03/2011


Comissão de Mulheres Jornalistas pela Igualdade de Gênero

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Alagoas (Sindjornal) realiza, na quarta-feira (30), no Espaço Cultural dos Bancários, um happy hour com início às 19h, para marcar o lançamento da Comissão de Mulheres Jornalistas pela Igualdade de Gênero. A atividade encerra a Agenda Mulher 2011, programação conjunta de entidades sindicais e dos movimentos sociais em comemoração ao Dia da Mulher (8 de Março). Durante o evento, que terá a participação da jornalista e cantora Gal Monteiro, haverá ainda homenagem a mulheres jornalistas. A Comissão de Mulheres da Fenaj tem como meta a montagem de uma rede e um grupo de discussão sobre o tema para as mulheres jornalistas; produzir estudos, pesquisas e orientações para a cobertura jornalística, além de ampliar o debate sobre a garantia e o aumento dos direitos das mulheres nos acordos e convenções coletivas.


Uma brasileira na FIJ

Neste mês dedicado internacionalmente à mulher, temos uma importante notícia: a jornalista brasileira Elisabeth Costa foi nomeada para o cargo de secretária-geral, da Federação Internacional dos Jornalistas (FIJ)conforme comunicado divulgado pela organização no dia 21. Pela primeira vez a organização será comandada por um profissional de fora da Europa e do sexo feminino. Acostumada às lutas da classe, Elisabeth já foi presidente do Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio de Janeiro e comandou a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). Foi também editora de Internacional do Jornal Nacional da Rede Globo de Televisão. A FIJ representa mais de 600.000 membros de 125 países e trabalha para defender a liberdade de imprensa internacional, por meio de sindicatos de jornalistas ao redor do globo.

Prêmio de Jornalismo Ambiental

Foi lançado na última terça-feira (22) o Prêmio Octávio Brandão de Jornalismo Ambiental, com o tema "Água para as cidades: respondendo ao desafio humano". O evento aconteceu durante um café da manhã no Cinturão Verde da Braskem. O prêmio, promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes – AL), conta também com o patrocínio da Braskem e apoio do Sindicato dos jornalistas de Alagoas (Sindjornal). Este ano, a premiação tem uma novidade: a inclusão da categoria webjornalismo. Na ocasião, foi comemorado também o Dia Mundial da Água em Maceió.

A Hora do Planeta
É esse sábado, dia 26 de março das 20h30 às 21h30, a Hora do Planeta (Earth Hour, em inglês) - a maior mobilização mundial contra o aquecimento global. O evento é uma iniciativa da WWF (Fundo Mundial da Natureza).Este ano a Hora do Planeta quer durar mais de 60 minutos. Os organizadores pedem que “estiquemos” o tempo que destinamos à conservação de nosso planeta. O desafio é levarmos o espírito do movimento para nosso cotidiano. A plataforma 60+, como está sendo chamada, parte do principio de que podemos viver mais com menos. O lema é redução, reutilização e reciclagem.

Workshop nos EUA

Jornalistas da América Latina e do Caribe que cobrem questões ambientais, ciência e tecnologia têm até amanhã (25) para solicitar a bolsa Ealy e participar do 8 º Workshop Jack F. Ealy de jornalismo científico.A oficina, realizada em espanhol, é organizado pelo Instituto das Américas e será realizada em San Diego, EUA, entre 30 de Maio e 3 Junho. O evento oferece treinamento intensivo sobre a cobertura de mudança climática, biodiversidade, política ambiental, tecnologia e saúde.A bolsa cobre a passagem aérea, traslados, alojamento e alimentação, além de excursões e eventos culturais. Para obter mais informações, consulte a convocação do Instituto das Américas em http://iamericas.org/workshops/beca-ealy

Curso online: Twitter

Aprenda a utilizar uma das mais populares ferramentas para da atualidade, destacando características que se tornam úteis para a propagação de conteúdo e a participação da audiência. O curso online mescla conceitos e cases de modo a tornar os alunos capazes de aproveitar o melhor esta plataforma. Oferecido pela Escola de Comunicação ao custo de 90 reais, o curso será dia 28, das 19h30min às 22h30min. Maiores informações e inscrições podem ser encontradas no endereço eletrônico: http://www.escoladecomunicacao.com.br

Mostra de Teatro

Em comemoração ao Dia Mundial do Teatro, começa amanhã a I Mostra de Teatro de Viçosa, no palco da praça Apolinário Rebelo, em Viçosa. De 25 a 27 de abril, 70 profissionais do teatro circularão pela cidade. Além dos espetáculos, tem oficinas e palestras, tudo organizado pela Prefeitura de Viçosa. A programação completa está no www.vicosa.al.gov.br .


Curso de História da África

O Instituto Federal de Alagoas, Campus Maceió, promove no dia 25/03, um curso de Extensão sobre Capacitação em História da África e Cultura Afro-Brasileira com carga horária de 60 horas. O curso tem o apoio dos Núcleos de Estudos Afro-Brasileiros do Instituto Federal de Alagoas e da Universidade Federal de Alagoas e é aberto ao público.
As inscrições são gratuitas e podem ser feitas na Coordenadoria de Ciências Humanas e na Diretoria de Ensino do Campus Maceió. Mais informações pelos telefones: 8114-8274/8836-3832 e 9932-4737.


II Fórum Digital – Etapa Recife

Realizado pela primeira vez em Maceió, o Fórum de Marketing Digital do Nordeste segue agora rumo à sua 2ª edição na cidade de Recife (PE). O evento será realizado no dia 24 de março e traz para debater o tema profissionais influentes do mercado. Entre os assuntos que serão debatidos estão o mercado on-line; os números do marketing digital; tendências e networking: conhecer e conversar com profissionais que trabalham na área. Inscrições e mais informações no http://digitalks.com.br/forumrecife/.




quarta-feira, 23 de março de 2011

Vídeo Oficial da Hora do Planeta 2011





Ainda dá tempo. Fale sobre isso na sua escola, faculdade, no seu trabalho, no seu prédio, na sua rua. Vamos tentar deixar nossa marquinha de pequenas luzes na escuridão da Hora do Planeta. Vamos colocar Alagoas no mapa.



26 de março de 2011, de 20h30 às 21h30, apague as luzes para ver um mundo melhor.

Cadastre-se no hotsite Hora do Planeta 2011:


http://www.horadoplaneta.org.br

Hora do Planeta (Earth Hour)



É neste sábado, dia 26 de março das 20h30 às 21h30, a Hora do Planeta (Earth Hour, em inglês) - a maior mobilização mundial contra o aquecimento global. O evento é uma iniciativa da WWF (Fundo Mundial da Natureza).

A Hora do Planeta é um gesto simbólico que começou em 2007 na Austrália, onde os moradores de Sydney se mobilizaram para apagar as luzes durante uma hora, a fim de chamar a atenção da humanidade acerca dos problemas ambientais, com ênfase no aquecimento global. Isso porque diversos países do mundo produzem energia elétrica a partir de combustíveis fósseis. Apesar de a energia elétrica brasileira ser produzida por hidroelétricas, uma energia considerada “limpa”, somos responsáveis por parte considerável da emissão de gases poluentes por conta das queimadas.

Nestes quatro anos a causa ganhou força e amplitude. Em 2010, mais de um bilhão de pessoas em, 105 países (4211 cidades!), apagaram as luzes durante a Hora do Planeta. A intenção é dar um “descanso” ao nosso planeta e mostrar que localmente podemos nos mobilizar e, unidos a outros grupamentos humanos espalhados nas mais diversas e distantes localidades, juntar bilhões. E assim, globalmente, fazermos a diferença.

Em 2010 as terras tupiniquins participaram com mais de três mil empresas, 579 organizações, três governos e 98 prefeituras participaram do movimento simbólico de alerta contra o aquecimento global e em favor da conservação de ecossistemas terrestres e aquáticos.

Muitas cidades estão aproveitando o momento para discutir questões ligadas ao tema com seus governos e com o setor industrial e empresarial. Também é um momento de debate com a população para incentivar a consciência ambiental. As escolas trabalham o tema, a sociedade civil organizada prepara oportunidades de integração entre as pessoas com palestras e atos públicos. A Hora do Planeta é uma ótima oportunidade para a celebração do nosso planeta, nosso lar comum.

Este ano a Hora do Planeta quer durar mais de 60 minutos. Marcada para o sábado, 26 de março, às 20 horas e 30 minutos, os organizadores pedem que “estiquemos” o tempo que destinamos à conservação de nosso planeta. O desafio é levarmos o espírito do movimento para nosso cotidiano. A plataforma 60+, como está sendo chamada, parte do principio de que podemos viver mais com menos. O lema é redução, reutilização e reciclagem.

Em todo o globo, já confirmara sua participação cerca de 3.800 cidades, em 131 países, sendo 26 megacidades, entre as quais, Délhi, Mumbai, Buenos Aires, Moscou, Teerã, Istambul, Londres e Rio de Janeiro. Os sete continentes e todos os países que compõem o G-20 tmbém estão representados.

O Brasil tem participado da Hora do Planeta. A cidade de São Paulo confirmou nesta segunda-feira (21) sua adesão à Hora do Planeta 2011: apagará as luzes de monumentos e ícones na hora marcada para mostrar sua preocupação com o meio ambiente e a saúde do planeta. Este ano serão apagados em São Paulo: a Ponte Octávio Frias de Oliveira (Ponte Estaiada), o Obelisco do Ibirapuera, o Monumento às Bandeiras, o Teatro Municipal, o Mercado Municipal, Estádio do Pacaembu e a Biblioteca Municipal Mário de Andrade.

São Paulo, como a maior metrópole brasileira é muito importante para o evento. Segundo o presidente do Conselho Diretor do WWF-Brasil, Álvaro de Souza, a participação da cidade de São Paulo é fundamental para a disseminação da Hora do Planeta no Brasil, e consequentemente a conscientização da população brasileira para a ameaça das mudanças climáticas. "A meta da Rede WWF era conquista a adesão das 25 megacidades do mundo, o WWF-Brasil contribuiu para ultrapassar essa meta com a inclusão de São Paulo ao movimento", disse Souza.

De acordo com a WWF-Brasil, até o momento, 35 cidades brasileiras, incluindo oito capitais, formalizaram a adesão à Hora do Planeta 2011. A maior parte delas também participa pela terceira vez. Outras 17 prefeituras encontram-se já na fase final de entrega do documento, que traz a indicação de quais monumentos serão apagados. As outras sete capitais que aderiram são Aracaju (SE), Goiânia (GO), Natal (RN), Rio de Janeiro (RJ), Vitória (ES), Rio Branco (AC) e Campo Grande (MS). A Frente Nacional de Prefeitos (FNP), representando 400 municípios, é parceira da Hora do Planeta no Brasil neste ano.

Alagoas não consta na lista. Infelizmente nosso Paraíso das Águas não se solidarizou com seu “pai”, Planeta Água. Se os governos estadual e municipal (ainda?) não fizeram a sua parte, não significa que não podemos fazer a nossa.

Ainda dá tempo. Fale sobre isso na sua escola, faculdade, no seu trabalho, no seu prédio, na sua rua. Vamos tentar deixar nossa marquinha de pequenas luzes na escuridão da Hora do Planeta. Vamos colocar Alagoas no mapa.



###############################################



Representantes de prefeituras podem aderir oficialmente o município enviando e-mail para: cidades@wwf.org.br.

26 de março de 2011, de 20h30 às 21h30, apague as luzes para ver um mundo melhor. Cadastre-se no hotsite Hora do Planeta 2011:

http://www.horadoplaneta.org.br

quarta-feira, 16 de março de 2011

Aprendendo a ensinar


Ontem fui, andando, ao Shopping Maceió com a Alice. Conversamos durante todo o trajeto. Ela puxou a mim. Tem uma ótima conversa (!!!). Brincadeiras a parte, minha pequena aprende numa velocidade impressionante. Tem um vocabulário de fazer inveja a muito marmanjo...

Dei o mau exemplo de atravessar longe do semáforo num local sem faixa de segurança. Estava escuro do nosso lado da avenida e eu não quis facilitar. Ela me perguntou como era que eu sabia que o semáforo estava vermelho se "estavámos" olhando ele por trás...

Amo o jeito de ela usar os verbos. Faz a flexão correta e usa os pronomes direitinho. De vez em quando ela começa a falar, pára, pensa e muda a frase. Ela faz isso quando não tem certeza de estar usando a palavra certa. Muitas vezes faz uma frase maior pra dizer a mesma coisa. Tudo pra não correr o risco de errar.

Dá até medo.

Acho lindo porque sou a mãe babona, mas é perigoso. Se com 4 anos já tem medo de errar, imagine quando crescer. Conversei com ela e expliquei que podia falar como quisesse e, se estivesse errado, eu ensinaria o correto, mas não tem adiantado. Ela não gosta de ser corrigida. Quando não consegue escrever a letra cursiva - hoje ela me perguntou se eu sabia o que era letra cursiva - fica brava e quer chorar, mas não aceita que eu segure sua mão. Quando fica feio e eu apago e mando refazer, ela me fuzila com os olhos e diz para eu deixar ela escrever do jeito dela.

Como é que uma criança aprende? Com a experiência, certo? Ela observa e repete. As coisas boas e as más também, infelizmente. Me reconheço nessa atitude dela diante do desconhecido. A insegurança que nos toma quando começamos algo novo. Quem se arrisca, tanto pode acertar quanto errar, mas sem a tentativa não se tem a oportunidade do êxito.

Vamos trabalhar isso juntas. Temos muito a que aprender nesse campo. Aprendo com ela a cada dia.

O Henrique a está ensinando a jogar xadrez. Ela sabe o nome das peças e está aprendendo os movimentos de cada uma. Mas não tem paciência. Quando se cansa, ela pede pro pai pra jogar do jeito dela. Então inventa regras e ganha o jogo. Isso é maravilhoso. Bem que eu queria poder fazer isso de vez em quando...

Ela está crescendo e as experiências que proporcionarmos a ela serão fundamentais para que desenvolva seus valores, sua postura diante das situações, seu senso crítico e assim modele sua personalidade - que já é danada de forte. Eu ensino. Ela, no processo de aprendizagem, me ensina também.

Então estou tentado ajudá-la a aprender de forma leve e divertida. Partilhando suas descobertas, estimulando seu pensamento criativo, transformando nosso tempo juntas em oportunidades de aprendizado conjunto e compartilhado.

Sem dúvida essa é uma experiência ímpar, E nosso relacionamento se fortalece a cada dia. Nossas discussões - sim, inúmeras discussões, com ursinho jogado no chão e pisadas duras na ida e cadeirinha do pensamento e olhos nos olhos na volta - são cada vez mais comuns, mas sempre ganho um carinho no final - que retribuo com o coração cortado de pena.

Não, você não pode imaginar. É impossível. Você tem que viver. Passar pela experiência maravilhosa de educar uma criança. A sua criança. Quando ela vier, aproveite.

terça-feira, 15 de março de 2011

Café Regional com São José

Ontem à noite, após minha postagem sobre a Comunidade Shalom, eu fui fazer uma visita ao blog do meu amigo Cadu. Ele também postou um texto sobre religiosidade. Está fazendo uma novena. Me lembrei do convite que recebi lá na Shalom para a celebração do Dia de São José.

O dia do santo é no sábado (19), mas a celebração começa na quarta-feira com uma "novena" de São José, que vai até a sexta-feira, sempre as 19 horas. Serão só três dias de oração. Deram um outro nome a esta novena de três dias, mas eu não me lembro agora.

A missa de São José será às 19 horas do sábado. Toda a programação acontece no Centro de Evagelização Shalom, na Rua Paulina de Mendonça, 341, Mangabeiras. Antes da missa haverá grupo de oração às 17 horas e, após a missa, será servido o Cafe Regional. Os convites estão à venda no local.


segunda-feira, 14 de março de 2011

Dia da poesia

Como ainda restam alguns minutos do Dia da Poesia, resolvi aproveitá-los.

O pimeiro poema que decorei foi a Canção do exílio, de Gonçalves Dias ( Primeiros cantos, 1847)

Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.

Em cismar, sozinho, à noite,
Mais prazer eu encontro lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Minha terra tem primores,
Que tais não encontro eu cá;
Em cismar –sozinho, à noite–
Mais prazer eu encontro lá;

Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.
Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;

Sem que disfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu'inda aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabiá.


Laço de Fita, de Castro Alves, foi o meu primeiro poema favorito.

Não sabes crianças? 'Stou louco de amores...
Prendi meus afetos, formosa Pepita.
Mas onde? No templo, no espaço, nas névoas?!
Não rias, prendi-me
Num laço de fita.

Na selva sombria de tuas madeixas,
Nos negros cabelos da moça bonita,
Fingindo a serpente qu'enlaça a folhagem,
Formoso enroscava-se
O laço de fita.

Meu ser, que voava nas luzes da festa,
Qual pássaro bravo, que os ares agita,
Eu vi de repente cativo, submisso
Rolar prisioneiro
Num laço de fita.

E agora enleada na tênue cadeia
Debalde minh'alma se embate, se irrita...
O braço, que rompe cadeias de ferro,
Não quebra teus elos,
Ó laço de fita!

Meu Deus! As falenas têm asas de opala,
Os astros se libram na plaga infinita.
Os anjos repousam nas penas brilhantes...
Mas tu... tens por asas
Um laço de fita.

Há pouco voavas na célere valsa,
Na valsa que anseia, que estua e palpita.
Por que é que tremeste? Não eram meus lábios...
Beijava-te apenas...
Teu laço de fita.

Mas ai! findo o baile, despindo os adornos
N'alcova onde a vela ciosa... crepita,
Talvez da cadeia libertes as tranças
Mas eu... fico preso
No laço de fita.

Pois bem! Quando um dia na sombra do vale
Abrirem-me a cova... formosa Pepita!
Ao menos arranca meus louros da fronte,
E dá-me por c'roa...
Teu laço de fita.


E, finalmente, o meu clichê: Soneto de Fidelidade, Vinicius de Moraes (Antologia Poética, 1960)

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

SHALOM!!!



Domingo foi um dia bem diferente para mim. Fui convidada por uma colega a participar de uma reunião de um grupo católico. Eu já tinha participado uma vez de um encontro de oração lá. Como há algum tempo vinha sentindo falta de um contato maior com a igreja acordei cedo e fui. Deixei o Henrique em casa, cuidando da Alice. Ele não tem nenhuma inclinação religiosa, preferiu dormir mais um pouco.

A denominação é Comunidade Católica Shalom. Trata-se de uma comunidade com reconhecimento pontifício como Associação Privada Internacional de Fiéis, nascida da Renovação Carismática. Os membros se consagram e tem como objetivo a evangelização e o anuúcio da Paz vinda do Cristo.

O encontro de domingo foi um Encontro Vocacional Aberto. Uma palestra de apresentação e convite para o conhecimento da vontade de Deus na vida de cada um. Para a possibilidade de ser um vocacionado. A vocação Shalom pode ser vivenciada de duas formas que se complementam: a Comunidade de Vida e a Comunidade de Aliança.

Conforme é explicado no site da comunidade, "Dentro da mesma e única vocação Shalom e segundo o seu carisma, encontramos o chamado do Senhor para irmãos viverem o seguimento a Nosso Senhor Jesus Cristo e Seu Evangelho em meio às atividades profissionais e familiares do século presente, colocando porém, esta vocação como a grande prioridade de suas vidas e direcionando suas atividades profissionais segundo a vocação Shalom (...) A esta dimensão de nossa vocação chamamos Comunidade de Aliança". Já a "Comunidade de Vida é o núcleo central da Comunidade Shalom, é a forma plena de responder a este chamado. Na Comunidade de Vida somos chamados, por amor a Jesus Cristo e ao seu Reino, a uma renúncia total aos nossos projetos humanos, planos pessoais e expectativas de futuro no mundo, devendo estar dispostas a renunciar a tudo, a perder até a própria vida”.

Também existe o sacerdócio Shalom. O seminário fica em Fortaleza, onde a comunidade nasceu em 1982, com um grupo de jovens, fé, amor, perseverança e um restaurante (é uma longa história, o histórico também pode ser encontrado no site da Shalom).

A vida na comunidade pode ser no sacerdócio e nas alianças: celibato, casamento ou castidade. Isso após passar por todas as fases da formação: vocacionado, postulante, noviciado e, por fim, consagração. E para os sacerdotes, o seminário, é claro. Exitem também os leigos, pessoas que fazem formações e trabalham na obra, mas não são consagrados.

Durante a reunião se fala diversas vezes sobre o carisma da comunidade. O Carisma da Comunidade Shalom é a Paz. A paz encontrada na conversão a Jesus, na reconciliação com Deus, na experiência pessoal de cada um durante esse processo de busca.

Fiquei especialmente satisfeita com a presença do Henrique a da Alice na celebração da Missa. Pena que eles chegaram no meio do sermão. Mas que sermão! A Comunidade Shalom de Maceió não tem um sacerdote, as missas são realizadas por padres convidados. O Padre Sidarta (!) foi do Jardim do Eden à Ressureição em 15 minutos. Muito bem preparado. Felizes os paroquianos da São Judas, no Barro Duro, que contam com este competente e inspirado sacerdote.

Não sei quase nada sobre a comunidade, mas a sensação de estar com eles foi muito boa. Foi um domingo realmente gratificante. Um Dia do Senhor.

SHALOM!!!
# # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # # #

Para saber mais sobre a Shalom, visite o site:

http://www.comshalom.org/po/index.php


quinta-feira, 10 de março de 2011

Dia Internacional da Mulher


No último 8 março o mundo comemorou mais um Dia Internacional da Mulher.

Muito mais que uma data para se receber flores e chocolates ou mensagens de felicitações, o Dia Internacional da Mulher é para nós uma lembrança sobre a situação da mulher na sociedade e na profissão. Indiscutivelmente os avanços existiram e continuam a existir, mas ainda temos que brigar muito e trabalhar bem mais pra conquistar o mesmo espaço que nossos colegas. A mulher consolidou, nos últimos 20 anos, seu lugar no jornalismo em muitos países, mas geralmente ocupa cargos mais baixos, enquanto os de direção continuam sendo exclusivo de homens, segundo um estudo publicado nesta segunda-feira (7) pela organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF). 

A Fenaj e o Sindjornal estão se mobilizando para atuar neste cenário. Aguardem..

Deixe seu comentário no blog da Adriana Cirqueira

Ocorreu um erro neste gadget