segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

A beleza soprepuja a sujeira...



Ponta Verde


A água neste ponto da praia está limpa. Prova disso são os ouriços e estrelas do mar que encontrei há uns 30 metros da praia mar a dentro.













Os corais formam uma pequena piscina, onde encontramos muitos ouriços e peixinhos coloridos, que podem ser vistos claramente através da água, muito límpida.


Pajuçara



Este pedaço de praia estava limpo e cheio. Andamos mais de 50 metros em uma formação de areia com mar em ambos os lados. Muito bonito e cheio de crianças e turistas. Água rasa e morna. Bem paradinha, quase sem ondas.



Não tomei banho de mar. Apenas admirei a beleza (após ter me revoltado com a sujeira). Tirei poucas fotos porque quem mergulhou foi minha câmera fotográfica... Ela se recuperou parcialmente e pude recuperar as fotografias.

Tenho outras fotos muito bonitas que em breve compartilharei neste espaço.

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Quem cuida da sua praia?



Areia


No último sábado, levei uma prima paulistana, que estava em férias, para caminhar na praia. Queria mostrar as belezas de nossa orla marítima: a areia, o mar azul, as piscinas de coral com seus peixes, estrelas e ouriços, e outras maravilhas do nosso litoral.

Há muito eu não fazia esta caminhada. Anos mesmo. Eu não estava preparada para a visão nefasta que me esperava. Lixo, muito lixo. Tinha de tudo: sacos plásticos, copos descartáveis, garrafas, pacotes de biscoito, aparelho de barbear, sandália, latas e vários outros dejetos.





 Na Ponta Verde encontrei um homem com um ancinho limpando a areia. Ele arrastava lixo e sargaço e depois os separava em pilhas diferentes. Aproximei-me para conversar com aquela boa alma. Mas não era um ato desinteressado – apenas pelo cuidado da natureza, do bem comum. Ele estava zelando pelo seu pedaço de praia. É dali que tira seu sustento. Trabalha com um carrinho, onde aluga cadeiras e vende água, refrigerante e água de côco. Todos os dias, ao iniciar as atividades, ele limpa os detritos espalhados pela areia. “Se não limpar, os turistas não ficam. Eu varro tudo e separo o lixo pra recolher. O sargaço a gente não pode tirar”, relatou Marcos, que ocupa aquele trecho da praia há um ano.

Depois dele, vimos vários outros ambulantes limpando o "seu" pedaço. Mas como nem todos faziam o serviço, havia mais faixas sujas que limpas. Caminhamos do Posto Sete até a feirinha da Pajuçara. Depois do Alagoinha a limpeza até que estava boa.

Segundo Marcos Rodrigues, assessor de comunicação de comunicação da Superintendência de Limpeza Urbana – Slum, os contêineres da orla são limpos todos os dias e em dois horários e a areia também e limpa, mas sem a retirada do sargaço.


Mar

De acordo com a Revista Mundo Estranho - Edição 108 - Fevereiro/2011, no ano passado, em Alagoas, dois trechos estavam impróprios em 100% das avaliações do ano passado. A  praia de Maragogi, em frente à foz do rio Persinunga, e praia da Jatiúca, em frente ao Hotel Jatiúca.

Antes de mergulhar, verifique a balneabilidade da praia escolhida. Faça uma visita á página do IMA e assuma os riscos...


E para conferir a tábua de mares do mês de fevereiro, clique no link abaixo. 


http://www.mar.mil.br/dhn/chm/tabuas/30725Fev2011.htm


@#$%&*@#$%&*@#$%&*@#$%&*@#$%&*@#$%&


Se ficou curioso sobre a matéria da revista Mundo Estranho, vá ler o resto em



quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Coro Prima


O Coro Prisma de Maceió começou 2011 com muito entusiasmo. Além do novo repertório de músicas eruditas e populares que começou a ensaiar no início este mês, o coro lançou um site.

Nele, você poderá conhecer um pouco mais este grupo que, há 20 anos, vem colaborando com a disseminação da música de qualidade em nossa querida Alagoas.

Conheça, siga e deixe seus comentários e sugestões.

http://www.coroprismademaceio.com/



Adriana Cirqueira

De um jeito ou de outro, elas brilham


Estrelas.

Li uma postagem de um amigo sobre elas. Poética ou astronomicamente falando, são sempre inspiradoras.

Ontem, apanhei feio do telescópio amador que ganhei no Natal. Quase fico cega tentando ver a Lua e não consegui enxergar "uma" estrelinha sequer... O texto sobre minhas observações astronômicas deve esperar um pouco mais pra ser escrito.

Desde criança o céu noturno me atrai. Minha mãe me apontava as constelações e me dizia seus nomes e que cada uma delas tinha uma história. Um dia, eu quis saber das tais histórias. Ela pegou um livro de mitologia grega para me mostrar uma delas. Foi o que bastou.

Li aquele e muitos outros livros sobre o assunto. Mitologia grega e astronomia. Os objetos celestes eram uma paixão. E as suas histórias ainda mais. Agora, com meu novo brinquedinho, devo influenciar minha pequna Alice (estrela da minha vida) na exploração do céu noturno.

Atualmente, estou morando em um apartamento alugado em um bairro com nome de estrela e edifício com nome de constelação. Nosso problema são as janelas. São aquelas que abrem verticalmente para fora. Não dá pra fixar o aparelho. Por enquando ficamos com as lendas. Alice está adorando. Alterno os contos de fadas com as lendas da mitologia grega.

Estamos trocando "Os três porquinhos" pelas "As Três Marias".

***********************************************************

São várias as versões da lenda de Órion (popularmente conhecido como As Três Marias). Deixo aqui uma delas:



O caçador Órion

Órion era filho de Poseidon, o Deus dos mares, com uma mortal, sendo assim tinha grandes habilidades para a caça e um vasto conhecimento, porém não era considerado um Deus.
Diz a lenda que Órion era um gigante caçador, amado por Artemis, com quem quase se casou. O irmão de Artemis, Apolo, por sua vez, se aborrecia com tal aproximação entre os dois, chegando a censurar diversas vezes sem nunca obter resultado. Certo dia Apolo teve a oportunidade de se ver livre de seus aborrecimentos, percebendo que Órion vadeava pelo mar apenas com a cabeça fora d’água desafiou sua irmã, outra exímia caçadora, a acertar o alvo que distante se movia.


Impecável em sua pontaria ela atingiu em cheio seu amado, que fugia de um escorpião que Apolo havia enviado para matá-lo. O corpo, já moribundo, de Órion foi conduzido à praia pelas ondas do mar. Percebendo o engano que havia cometido, Artemis, em meio às lágrimas, pediu para Zeus colocar Órion e o escorpião entre as estrelas: o gigante trajado com um cinto, uma pele de leão, armado de uma espada e de sua clava, acompanhado por Sírius, seu cão, fugindo de seu inimigo escorpião (Sírius ou Sírio é a estrela mais brilhante do céu e encontra-se na constelação Cão Maior, perto da constelação de Órion ou Orionte).

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Audiência Pública

Estava escrevendo pra coluna da Cejac (Assessoria e Comunicação), que sai todas as quintas-feiras na Tribuna Independente, quando recebi o seguinte e-mail:

-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.

Prezados

Segue em anexo convite da Audiência Pública, que tem como objetivo discutir a "Situação das Áreas de Riscos em Maceió".


O debate vai acontecer nesta quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011, às 9h no plenário da Câmara Municipal de Maceió.

Atenciosamente



Olivia Monteiro

Gabinete Vereadora Heloísa Helena


-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.


Repasse feito.

Infelizmente o anexo é em Adobe Reader e eu não consegui colocar aqui...


Adriana Cirqueira

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Clube do livro

Um Clube do livro, ou Clube de Leitura, é uma comunidade de leitores que se reúne regularmente para discutir um determinado livro. Durante a reunião, todos os participantes podem partilhar suas impressões sobre a leitura e enriquecer assim o que todos leram.

Para isso, geralmente é utilizado um guia de leitura. Ele normalmente aborda pontos interessantes ou polêmicos ajudando assim o participante a orientar sua leitura. As impressões anotadas no guia são socializadas e, de acordo com o tipo de clube, pode-se fazer um relatório, tipo ata. Desde modo, os sócios podem acompanhar o crescimento e desenvolvimento do clube. Uma vez que poderá servir como um complemento para posteriores resgates das atividades do grupo.

Além das reuniões presenciais, um grupo de discussão pela internet pode ajudar a manter o entusiasmo da leitura enquanto esta é feita, já que o encontro é para se discutir o livro lido e se escolher o próximo.

Estou me preparando para criar um. Preciso de um bom nome e alguns sócios fundadores.


Alguém se habilita?

Deixe seu comentário no blog da Adriana Cirqueira

Ocorreu um erro neste gadget